Blackberry risotto

domingo, abril 24, 2011

Até parece mentira! Eu que nunca apreciei fruta na comida rendi-me ao encanto de risotto de amoras. E não foi num restaurante algures desta capital, foi mesmo no conforto do lar feito por mim e pelo meu homem.
Por acaso esta é uma fruta que me traz várias memórias de infância, dos tempos em que eu com os miúdos da vizinhança íamos apanhar amoras num terreno alheio. Trepávamos a amoreira, que não era nada pequena, e púnhamos as amoras nas folhas tentando não nos sujarmos. Em vão, claro, pois ficávamos sempre cheios de sumo de amora na cara, na boca, nas mãos e na roupa!!!! Isso é que era o pior. O bom é que essa amoreira ficava mesmo pertinho da praia e no Verão, quando estávamos todos no areal e nos dava a fome lá íamos nós "assaltar" a amoreira. O desfecho era o mesmo, ficávamos todos sujos!!! Então, cheios de vergonha, desatávamos a correr praia fora em direcção ao mar para nos limparmos e ninguém ver o estado lastimável em que estávamos. Bons tempos esses...

You Might Also Like

2 comentários

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe