New home

domingo, março 27, 2011

Eu sei... eu sei que disse que não ia estar tanto tempo desaparecida, mas foi inevitável!!!!!! Blá, blá, blá... soa a palavras ocas. Mas é a verdade. Neste mês a minha vida deu uma volta como nunca pensei e tive a prova de que há males que vêm por bem. Fui "convidada" a sair da casa onde estava a morar. Não por não pagar a renda, não por causar mau ambiente, não por não fazer as limpezas, não por andar a fazer basqueiral em casa, não! Nada disso!!!! Só e simplesmente por «não haver comunicação», alegou o suposto dono da casa. «Mais do que escolher o namorado é quem se escolhe para partilhar casa», acrescentou. «E como te disse no início, o conceito é partilhar casa, é sermos amigos uns dos outros e podermos falar uns com os outros». Ok, tudo muito certo, quando se aluga partes da casa a pessoas que já conhecemos previamente. Agora, quando se aluga partes da casa a pessoas que não se conhecem de lado nenhum não podemos obriga-las a serem nossas amigas!!!!! Principalmente quando são pessoas com horários completamente diferentes, que mal se vêm e não têm quase afinidades nenhumas! Para isso não acontecer, aluga-se aos amigos. «Ah! Mas dividir casa com amigos estraga as amizades». Olha, porra!!! Mas não se pode é obrigar pessoas estranhas a serem nossas amigas!!!!! Se calhar sou só eu que penso assim... Enfim!!!! Andava eu aflitinha da vida à procura de um novo espaço para partilhar casa: põe anúncio aqui, põe anúncio ali, liga para aquele anúncio, manda mail para aquele outro, compra o jornal, etc. com esta lufa-lufa, quando... a minha vida sentimental se recompõe da forma mais inesperada possível e decidimos ir morar juntos! Sim: morar j-u-n-t-o-s!!!!!! Isto é surreal, mas é a verdade! Primeiro porque estou a viver uma fase maravilhosa a nível amoroso ao lado do meu grande amor, aquele por quem a felicidade chegou a escorregar-me por entre os dedos, e segundo porque vou viver esse grande amor em pleno. Não poderia estar mais feliz neste momento! E como se costuma dizer: não se partilham as coisas más, só as coisas boas. As más guardam-se para nós, porque os outros adoram ver-nos mal. Assim sendo, eis que partilho a minha radiante felicidade com os demais.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Em grande! Muitos Parabéns! :) Aproveitem tudo! Muitas felicidades!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe