Expressive people

segunda-feira, abril 12, 2010

Sei que o povo português é bastante expressivo quando fala, mas daí a estar a levar com uma pancada no braço de cada vez que têm algo para contar é que não está com nada. É de ficar com o braço negro! Gente assim faz-me lembrar aquelas pessoas cuscas que estão sempre a contar coisas e coisinhas da vida dos outros: "Sabes que ele divorciou-se"; "Comprou um carro novo"; "Ainda ontem vi-o no café"; etc. E à medida que vão contanto as coisas, pumba com uma pancada no braço que já almoçaste. Que nervos! É isso e pessoas que falam, falam e falam de coisas que não me interessam para nada. "Amanhã dizem que vai chover"; "Já não sei o que fazer com os sacos plásticos do supermercado"; "Comprei um desodorizante novo"; e vão dizendo coisas como estas enquanto estamos a falar de assuntos bem mais interessantes. E falam e insistem em falar destas coisas como se fossem os temas de conversa mais interessantes do mundo. Costumo dizer que quem fala do tempo é porque não tem nada de mais interessante para dizer. Então, tem bom remédio, que se deixe ficar calado. Outra coisa que nós portugueses fazemos muito é gesticular à parva enquanto falamos. E fazemos desenhos para o ar, fazemos formas, esticamos os braços, adoramos exemplificar tudo ao ponto de parecermos uns tolinhos. A linguagem gestual complementa a oral, mas será que é preciso andar com os braços no ar a toda a hora?

You Might Also Like

3 comentários

  1. Essa parte de bater no braço dos outros enquanto se fala é coisinha para me tirar do sério. Quando me fazem isso, eu costumo fazer o mesmo só para sentirem na pele como é bom.
    Quanto ao falar do tempo e coisas do género, sinceramente não acho que seja assunto de quem não tem mais nada para dizer. Acho que é um assunto como outro qualquer. É como chegar ao emprego de manha e falar do transito que se apanhou, ou comentar o filme que se viu na noite anterior. Gosto de uma boa conversa, sem dúvida. Mas há momentos em que simplesmente não apetece aprofundar assuntos. A mim costumam-me cansar as pessoas com quem não podemos estar a vontade para falar de coisas banais e fúteis, aquelas pessoas que estão sempre à espera de um assunto específico para se debater ou a conversa não interessa. Acho que há momentos para tudo. Uns dias apetece-me falar de coisas interessantes, outros apetece-me falar do tempo e do transito, ou não falar de nada em absoluto.

    bjs

    ResponderEliminar
  2. Tens toda a razão! Eu odeio que me estejam sempre a dar cotoveladas, odeio!Bj:-)

    ResponderEliminar
  3. Sunrise, tenho um colega de trabalho que tem essa mania e pior é que ele não sabe a força que tem, um dia tive de olhar para ele com ar de pouco amigos, dá-me cabo dos nervos.
    Abraços grandes
    Com carinho
    Sairaf :)

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe