Food in tupperwares

quinta-feira, março 04, 2010

Cozinhar, por a comida a arrefecer, encontrar um tupperware decente, abrir a tampa, colocar a comida, fechar a tampa, por dentro de um saco o tupperware com a comida, trazer para o trabalho, colocar no frigorífico, tirar do frigorífico, abrir a tampa do tupperware, colocar dentro do microondas, tirar do microondas, levar para a mesa, comer, tirar da mesa, voltar a colocar no saco (com os talheres porcos), levar o saco com o tupperware sujo para casa, abrir o tupperware, lavar, secar, arrumar no sítio certo e voltar a fazer todo este ritual no dia seguinte. Já viram a trabalheira que é trazer comida de casa para o trabalho? Porque é que eu não sou rica para poder ir comer fora todos os dias. Acreditem que não é um luxo. Na verdade, até estou a contribuir para a economia deste país.

Ao ir comer a um restaurante estou:
- a estimular a economia
- a fazer com que haja mais um empresário de sucesso
- a dar emprego a mais uma pessoa
- estou a fazer com que outras empresas também vendam produtos: comida, bebidas, produtos de limpeza, utensílios de cozinha, etc.

Portanto, como podem ver, ir comer a um restaurante além de ser mais prático para quem o faz, ainda está a ser bom samaritano. Portanto é bom que quem manda perceba de uma vez por todas que as pessoas precisam de ganhar mais para fazer o país andar para a frente. Se aparecer uma lei a discutir o subsídio de almoço para 15 euros diários voto a favor (já agora... 20 euros. É pedir muito?).

You Might Also Like

12 comentários

  1. Como compreendo, sei perfeitamente do que falas e da trabalheira associada. Também eu sou uma "marmiteira" de tupperwares sempre às costas. Sejam mesmo tupperwares ou outra caixa qualquer semelhante. Eu voto a favor. E se der, até voto duas, três, as vezes que me deixarem. Apoiado! :))

    ResponderEliminar
  2. Bem, és capaz de estar a exigir demais:-) Mas sei como é chato ter de levar comida para o trabalho. Agora não preciso, porque trabalho numa instituição que dá almoço aos trabalhadores todos os dias, mas quando trabalhei no E.C.I levava comida quase sempre...uma chatice! Bj:-)

    ResponderEliminar
  3. Pois estou a ver a trabalheira que não deve ser...

    Mas a verdade é que, hoje em dia, nos centros comerciais já se come bem a preços acessíveis. O pior é quando se trabalha numa zona onde ou não há centros comerciais ou a oferta é muito pouca.

    ResponderEliminar
  4. Também levo a marmita para o trabalho. Não me dá trabalho nenhum e como muito melhor do que comesse num restaurante,sei o que estou a comer. Além do mais poupo bastante.

    ResponderEliminar
  5. Pois poupas! Mas se te dessem mais dinheiro continuarias a poupar e a comer bem. São opções. Há quem goste de fazer as comprinhas de supermercado e debruçar-se sobre o fogão para criar um prato diferente todos os dias. Há outros que preferem ter essa tarefa facilitada. Pertenço nitidamente ao segundo grupo. E se o dinheiro não fosse de facto um problema seria exactamente isso que faria, a menos que me fartasse e quisesse levar a comida de casa.

    Bjs Oceano sem fundo :)

    ResponderEliminar
  6. Sunrise, para quem não gosta de cozinhar deve ser realmente um martírio.Não pertenço a esse grupo, felizmente.
    Talvez porque não tenha de cozinhar todos os dias.
    No meu caso o dinheiro não é um problema, levo a comida de casa por opção. Como muito melhor com a comida que faço cá em casa, é comida de qualidade e feita como eu gosto.

    ResponderEliminar
  7. Pois, quanto mais afastada estiver do fogão melhor. Faço porque tem mesmo de ser, mas não morro de amores cozinhar. Talvez tb porque cozinho só para mim... tb pode ser por aí. Mas ainda assim preferia ter um chorudo subsídio de alimentação. :) ehehehehe

    ResponderEliminar
  8. Antes também detestava cozinhar, porque não sabia. Comecei a comprar a revista Receitas de Sucesso, foi uma maravilha:P Começa a comprar também, pode ser que te dê alguma motivação.

    ResponderEliminar
  9. Estou solidária contigo!! ihihih
    Não que não gosto de cozinhar, mas a trabalheira que não dá anda com a caixa de um lado para o outro o meu pai já me disse me só me falta os alforge.
    Abraço grande
    com carinho
    Sairaf

    ResponderEliminar
  10. E o dia em que caí na asneira de levar uma posta de pescada com ovo cozido para aquecer e quase explodi o microondas do trabalho (tendo eu insistido com as minhas colegas para me deixarem aquecer o meu primeiro, porque me queria despachar).

    ResponderEliminar
  11. ahahaha Rachelet, ias explodindo o microondas do trabalho? Mas o que aconteceu exactamente? Bjs

    ResponderEliminar
  12. Parece que ovos e microondas não ligam. Há uma explicação qualquer molecular sobre a coisa, mas o facto é que um ovo no microondas, quando explode, te faz gastar muuuuitos guardanapos para limpar.
    20 minutos, um caixote do lixo cheio de papel e muitos pedidos de desculpas depois, as minhas colegas puderam comer a comida delas quentinha. E eu aprendi a lição (ovos cozidos no micro, nunca mais de 1 minuto e com uns golpes antes).

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe