Smoke on the beach

quarta-feira, setembro 16, 2009

Este Verão as minhas idas à praia foram bastante frequentes, algumas vezes em lazer outras em trabalho. Das vezes em que meti os pés no areal pude reparar num hábito já muito enraízado pelos fumadores: o de enterrar as beatas na areia. Mesmo naquelas que têm um ponto de recolha de cones próprios para deixar as beatas e apagar cigarros, reparei que havia quem não levasse o cone e preferia deixar a ponta do cigarro ali. Estendidos ao sol, de papo para o ar, a arreganhar os dentes, entre dedos de conversa, lá iam fumando o cigarrinho para depois deixar o resto ali, num espaço que é de todos. Não sou contra os fumadores, porque cada um tem os seus vícios e desde que isso não interfira comigo por mim está tudo bem, mas não gosto de ir à praia e ter de me deitar num espaço que a cada metro quadrado tem centenas de beatas na areia. Com o sol e o calor, as beatas libertam um cheiro horrível, para além que literalmente trata-se de lixo e o local do lixo é nos caixotes do lixo. O mesmo é válido para outros resíduos que os veraneantes lá deixam: guardanapos, papéis e pauzinhos de gelado, sacos de plástico, restos de comida, etc. Até preservativos e lubrificantes se encontram!!! Há de tudo. É só escolher!!! Não custa nada pegar no lixo que se produz e coloca-lo nos caixotes do lixo que estão espalhados ao longo das praias. No caso de não haver, guarda-se e depois deita-se fora. Mas isto das pontas de cigarro preocupa-me mesmo. Como se sabe, aqueles filtros acumulam imensos químicos, que não sei até que ponto é que não podem despoletar o aparecimento de algum problema de saúde a quem fica exposto a esses produtos. Aqueles químicos, como a nicotina, o chumbo, o alcatrão, entre outros, devem espalhar-se na areia... Julgo que é perigoso!!! Não me admira que haja pessoas que apanhem fungos ou fiquem com manchas na pele à conta deste tipo de coisas. Mas o mais irónico é que muitas das pessoas que deixam beatas e lixo na praia são precisamente aquelas que depois têm a lata de dizer: "Que praia tão porca! Está cheia de lixo". Pois... Não admira!!!!

You Might Also Like

12 comentários

  1. Porque será que as pessoas são tão porcas desculpa o termo tenho a serteza que em casa delas não fazem isso são umas tristes.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Não posso deixar de concordar contigo.Falta de civismo simplesmente.Além de serem os primeiros a dizer essa preciosa frase que escreveste,de certeza que em casa deles não se deve poder fumar aqui e ali.Alguma hipocrisia e esquecimento.Não querendo generalizar claro,porque nem todos os fumadores são assim(isto antes que me espanquem).
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ola Sunrise!

    Tens toda a razão e como isso me entristece.

    Fizeste muito bem em abordar o tema neste espaço.

    bjs

    ResponderEliminar
  4. E mesmo nojento..eu concordo plenamente com o que disseste

    ResponderEliminar
  5. Se há coisa que me irrita é mesmo isso! Estive a acampar em Espanha e acho que eles ainda são piores que nós. Não sei se acham que pelo facto de os enterrarem já não faz mal... mas faz! Aquilo é areia, as beatas vêm ao de cima e eu não tenho que levar com o lixo dos outrso porque não obrigo ninguém a levar com o meu, certo?

    ResponderEliminar
  6. Há pessoas que ainda não sabem viver em comunidade... é vergonhoso, mas real.
    Aqui por terras algarvias não sei porque, muito boa gente tem esse hábito e não é só nas praias, é nas estradas, onde jogam os papéis do gelado, os lenços de papel e tudo mais...

    Espero que a cabeça das pessoas começe a muda, oelo menos para melhor.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Comportamento típico tuga!! Este ano, quando estive no Gerês pude constatar que para além das pessoas terem preguiça de colocarem no caixote do lixo o lixo dos piqueniques que fazem em sítios maravilhosos (após a sua passagem, não tanto), quando se está no campo por vezes há falta de wc, e então existem inúmeros "cagatórios" públicos imundos de tirinhas de papel higiénico. E não é o facto das pessoas "cagarem na mata" que me choca, mas caramba, será que é preciso deixar lá o papel!!! Disgusting!

    ResponderEliminar
  8. Eu tenho aí uns 3 ou 4 cones desses em casa que já fazem parte da minha bagagem a levar para a praia (levo 1, claro!), assim como também sempre tive o hábito de levar um saquinho de plástico a mais para ir juntando o lixo que poderei fazer ao longo do dia.

    Adoro praia e se há coisa que detesto é ve-la suja. Acho que é um desrespeito por todos.

    beijos

    ResponderEliminar
  9. Eu fumo e não faço isso, uso sempre os cones.. até tenho um de estimação :)
    Mas como toda a gente não é como eu isso já sei.
    kissKiss

    ResponderEliminar
  10. É mesmo chato fazerem isso, além de que é uma falta de respeito pelos outros decomunal!

    ResponderEliminar
  11. Mas olha que há imensas praias, aqui na zona da Linha que não têm nada para se por as beatas.. Mas quando assim é, há que inventar qualquer coisa.. Na areia também não gosto nada de ver.!

    beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Se ha coisa que não suporto mesmo é o lixo.

    Na minha rua qd comprei a minha casa não havia contentores do lixo e rea suposto colocar o lixo na rua mais ao menos á hora da recolha, ora isto é um pouco impossivel porque como é obvio nem toda a gente está em casa a essa hora. Pronto mais tarde colocaram contentores e agora temos os eco pontos e os contentores do lixo. Pois não é k os mais preguiçosos continuavam a por o lixo junto ás arvores?
    Com o tempo lá foi desaparecendo o lixo, mas este fim de semana qual não é o meu espanto qd vejo sacos e sacos de lixo mesmo á entrada do meu prédio, sacos abertos com lixo espalhado pelos cães. não se compreende estas atitudes bolas.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe