Life goes on

segunda-feira, junho 01, 2009

"Tenha paciência" e "A vida continua" foram duas frases que ouvi com alguma regularidade estes dias. Se gostei de ouvir? Não, de todo. Aliás, até me deixou um pouco irritada, principalmente quando a primeira me foi dita no próprio dia que o meu pai estava a ser enterrado. Tenha paciência???!!! Mas o que é que é isto? Mas será que eu não tenho o direito de chorar por uma tragédia como esta? Sim, porque para mim é mesmo uma tragédia. É que o meu pai não morreu de velhice aos 80 e tal anos como eu sempre sonhei. Não! Não foi disso!!! Não tenho de ter paciência porque os outros querem. Tenho o direito a estravasar a minha dor da forma que eu quiser, de chorar o que eu quiser... É verdade que a vida continua. Eu continuo aqui!!! Bem sei disso. Mas são duas frases que podem ser evitadas principalmente quando as pessoas que estão a viver essa dor sabem muito bem que é preciso ter paciência e que a vida continua. Enfim, pede-se um pouco de mais sensibilidade. Até ter passado por isto, quando morria algum familiar de pessoas que conhecia não costumava dizer nada, porque sentia-me tão mal com isso e tinha medo de magoar as pessoas ao dizer alguma coisa... sei lá... as pessoas estão com as emoções à flor da pele. Percebo agora que uma palavra de apreço é importante por mais atrapalhada que possa parecer, mas "tenha paciência" e a "vida continua" são escusados.

You Might Also Like

12 comentários

  1. Se é para dizer esse tipo de coisas mais vale estar calado(a). Poucos são os que conseguem dar alento sem incomodar e estar presente ainda que ausente... Coragem.

    ResponderEliminar
  2. Sinto muito... Infelizmente perdi o meu pai com 25 anos para um cancro galopante que durou 3 meses. O sentimento de injustiça nunca me abandonou. Hoje, passados quase 4 anos, ainda não me conformo, nem aceito. As saudades são o pior... Ninguém merece ter de viver com isso, ... um beijo e força é tudo o que te posso dizer.

    ResponderEliminar
  3. Não dou conselhos, mas aqui fica uma sugestão: IGNORA! E, se for necessário, dá uma resposta dura!

    Porque cada caso é um caso, e cada pessoa faz o luto à sua maneira e ao seu tempo. Porque nestas situações, não há códigos nem regras, o que manda é o coração!

    Beijo!

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente também ouvi isso muitas vezes, e não é algo que a gente queira ouvir. às vezes as pessoas nem precisam nos dizer nada, basta que nos deixem aconchegar num abraço sincero... as vezes apenas isso basta para nos sentir melhor. E palavras não serão necessárias... beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Um beijinho cheio de força para ti Sunrise***

    ResponderEliminar
  6. Sinto mesmo a tua perda! A única coisa que posso desejar-te é muita força neste momento! E o que pessoal diz? Caga para eles!

    ResponderEliminar
  7. "Não tenho de ter paciência porque os outros querem. Tenho o direito a estravasar a minha dor da forma que eu quiser, de chorar o que eu quiser..."
    Mais nada, e enquanto não o fizeres, da maneria que quiseres, não avanças. Sei o que te digo.

    ResponderEliminar
  8. Nestas alturas acabo por não dizer nada, porque nenhuma palavra tem o poder de nos confortar. Existem muitas pessoas que não conseguem estar caladas e acham que ajudam. Não podemos levar a mal, mas que não ajuda não.. Quando passei por essa situação também ouvi coisas muito más.. Enfim, deixo-te só um bjinho

    ResponderEliminar
  9. Expressões como essas e até "piores", vão ferir-te o ouvido, a alma e o coração vezes sem conta e por tempo indefinido, infelizmente.
    Vão haver momentos em que até o olhar de condescendência ou solidariedade (ou seja lá oq ue for!), te vai magoar. Porque neste momento tudo magoa. Acordar magoa. Respirar e ver que os outros respiram, magoa.
    Como é que se faz para não magoar? Não sei...cada um faz à sua maneira. Tu vais encontrar a tua. Até lá, da minha parte as palavras podem ser escassas e fugidias em relação a esse assunto. Porque me parece que seja melhor assim. Mas não há vez nenhuma que os nossos olhares se cruzem, que não me "lembre" do que estás a passar. Porquê? Não é por pena, condescendência ou solidariedade. É apenas porque olho para ti e me vejo a mim.
    Se quiseres falar, chorar, ou apenas estar...estou aqui. Beijo grande.

    ResponderEliminar
  10. Só passei para dar-te um beijinho.

    ResponderEliminar
  11. Ignora,nestas alturas as pessoas dizem mt coisa da boca para fora,sem sequer pensarem no sentido,só pk fica bem!
    Sinto muito pelo teu pai.*

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe