Vanity Fair

terça-feira, março 17, 2009

Como prometido é devido, aqui vou eu contar como foi o meu dia de Moda Lisboa. Para já posso mesmo adiantar, e acho que não é uma opinião só minha, que aquele evento é uma verdadeira Feira das Vaidades. Quem vai ao certame não vai apenas para ver os trapinhos dos estilistas, que até eram giros como os da Ana Salazar. Vai ali para mostrar-se. Dizer: "Uuh! I'm here!!". Ou pensar: "Sou importante, porque estou num evento importante". É pena que só se sintam importantes nestas ocasiões, porque eu sinto-me importante todos os dias. Sinto que sou importante para os meus amigos, para a minha família e até para o meu trabalho, por isso é que eles lá me têm a trabalhar, porque confiam em mim. Depois, é na Moda Lisboa que parece que as pessoas gostam de soltar a franga em termos de modelitos. Vi uma senhora por lá super obesa com um vestido demasiado arrojado para o corpo dela. É que nem consigo descrever como era o vestido de tão mal que lhe assentava. Um horror!!! Pior, foi quando eu a ouvi dizer para o amiguinho que estava com ela: "Vou mudar de vestido, porque trouxe um para cada desfile". Já não bastava aquele modelito ser muito mau, ainda íamos ter de levar com quatro modelitos péssimos. Por sorte, não me cruzei mais com ela nessa sexta-feira, segundo dia de Moda Lisboa. Também, as minhas atenções estavam concentradas noutras coisas, pois afinal eu estava ali para trabalhar e felizmente correu bem. Revi algumas caras que não via há muito tempo. Agora, gostava de ir ao Portugal Fashion para ver se noto grande diferença.

You Might Also Like

11 comentários

  1. heehhe!! Ainda bem gostas-te e que o teu trabalho correu bem,

    Jinhos

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente os nossos (pseudo) famosos não vão para ver mas para serem vistos! Ah, e serem fotografados para depois aparecerem na "Trombas" ou na "Vaipe"... haja paciência!

    ResponderEliminar
  3. Hum, gostei da tua crítica e da tua simplicidade des eres "imporatnte todos os dias" para quem realmete importa :)
    Vanity?? so memso o blog e a revista porque a ti, dá-me um certo entedimento, que és bastante simples**

    ResponderEliminar
  4. O mais divertido nesse tipo de eventos é assistir ao desfile do lado de cá da passerelle ;)

    ResponderEliminar
  5. Achas o meu blog "vanity" Poupinhas? hehehe Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Gata, a "Trombas" e a "Vaipe" vivem disso e ainda bem :) hehehe

    ResponderEliminar
  7. Ups! se é a "Trombas" ou a "Vaipe" que te paga o ordenado, queira desculpar-me! :-)

    ResponderEliminar
  8. Lol, sunrise: vanity só de nome, como a revista... lol, acho-o bem "temperado" por isso é que comecei a ler leitora assídua dele.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Não é por isso Gata, é que seria no mínimo estranho ser o Público ou o Expresso a publicar com assiduidade Gossip News, just that! Acho lindamente que haja espaço para tudo. A verdade é que nós gostamos de saber o que andam os nossos famosos a fazer e até os internacionais. Desde sempre me lembro da minha mãe ter revistas lá em casa e acho que foi assim que comecei a conhecer os artistas. A minha mãe comprava a Maria e acho que ainda compra. Quantas vezes não ia eu comprar a Ragazza e a Super POP. Tantas!!!! Meu Deus. Adorava :) Que saudades. Acho que cheguei, como a maioria das teenagers, a afixar uns posterszitos na porta do armário hehehe (So shame!!!).

    ResponderEliminar
  10. uiui, um fatinho para cada desfile, mas que chik!!! BLAHHH

    ResponderEliminar
  11. Um comprimido auto-estima para essa gente toda:)

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe