Revolutionary Road

segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Que papelão! Kate Winslet está deveras impressionante neste filme com uma personagem fortíssima. Uma mulher de armas que luta pelos seus sonhos, mas à semelhança de muitos nós, por um motivo ou outro, vê-se forçada a pô-los de lado. Em prol de quê? Perguntamos nós! Na realidade em prol de nada. Esta é a dura realidade. Apenas nos rodeamos de ses e mais ses, e levantamos questões que podem ser deixadas para segundo plano. As palavras rudes, sem quaisquer tipo de floreados, são mesmo a imagem de marca desta película, que recomendo vivamente a verem. Só um conselho: Vão num dia em que o astral esteja no seu esplendor, senão saem de lá... deprimidos!

Ah! Só em termos de curiosidade devido a um dos meus posts anteriores sobre o cheiro de um homem, que pode surtir um efeito poderoso sobre nós mulheres. A minha companhia da noite estava a usar o mesmo perfume do Clive Owen!!! Hypnôse homme, da Lancôme. hehehe

You Might Also Like

6 comentários

  1. Se há coisa que me chama a atenção num homem é o perfume, boa escolha a dele.

    Quanto ao filme ainda nao vi.

    Obrigada por fazeres uma visita

    ResponderEliminar
  2. Adorei este filme. Deixou-me tão intrigada que comprei o livro para fazer a minha interpretação dos silêncios e das expressões das personagens... A questão é que a vida é mesmo assim. Não é cor-de-rosa como "nos filmes". Estou prestes a casar-me, já em Junho deste ano e tenho medo que esse silêncio e indiferença invadão a minha vida... Claro que vou lutar para que tal não aconteça. (tb adoro o Paciente Inglês Sun, um amor assim é que é qualquer coisa!)

    ResponderEliminar
  3. Serena, não deves ter medo que o silêncio e a indiferença invadam a tua relação. Cada caso, é um caso. E quando alguém se casa sonha que as coisas são para sempre, senão não faria sentido nenhum dar esse passo. Não sou casada e estou muito longe disso, até porque estou solteirinha hehehe mas tenho amigos(as) que já se casaram e já se divorciaram e todos dizem o mesmo: "não me arrependo". Vai tudo correr bem. Pensa que será um dia mágico que mereces viver :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Também vi esse filme e gostei muito. A Kate Winslet esteve muito bem, mas eu ainda gostei mais da actuação do DiCaprio!

    Outro actor que teve muito bem foi o Michael Shannon que até foi nomeado para melhor actor secundário por causa da sua prestação neste filme...

    ResponderEliminar
  5. Sim, esse Michael Shannon esteve fantástico. Afinal, o suposto maluco era o único que estava lúcido.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Subscribe